Lupion: “Momento é importante para Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Brasil”

Brasília – Durante sessão da Câmara dos Deputados, realizada nesta quinta-feira (09), o deputado federal Pedro Lupion (DEM-PR) defendeu que o momento atual do Brasil, que enfrenta a pandemia do coronavírus, é importante para as Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos. Isso porque muitos pacientes contaminados com o vírus devem procurar essas unidades de saúde para um primeiro atendimento.

 

O deputado se pronunciou durante votação de projeto do senador José Serra (PSDB-SP), que repassa R$ 2 bilhões para essas unidades, e que foi aprovado com apoio de todos os partidos. Lupion encaminhou a votação pelo Democratas, favorável à proposta, e lembrou de um projeto apresentado por ele, com apoio do ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, e da pasta, para ajudar essas entidades sem fins lucrativos.

 

“Pedi celeridade ao presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a votação do projeto de minha autoria que anistia Santas Casas e Filantópicas das dívidas, desde que comprovem aumento de 30% na capacidade dos leitos de Centros de Terapia Intensiva (CTIs) em até 60 dias. Elevar a condição de atendimento é essencial para evitarmos um colapso no SUS, tendo em vista o aumento no número de infectados pelo coronavírus nos meses de abril e maio”, disse o deputado.

 

 

Além desse requisito, o projeto de Lupion prevê que tais entidades atestem capacidade técnica para aumentar em 50% a média dos atendimentos médicos, considerados os últimos doze meses.
Importância
“Não se pode negar o trabalho fundamental das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (sem fins lucrativos) para o país. São as grandes parceiras do Sistema Único de Saúde. Com a situação, de mais de doze mil casos do covid-19 (coronavírus) no Brasil, é fundamental que haja iniciativas para fortalecê-las no combate ao coronavírus”, disse o deputado.

A proposta está em regime de urgência na Câmara dos Deputados, e pode ser votada em Plenário a qualquer momento. Depois, precisa passar pelo Senado e pela sanção do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *