Colégio de Cambará recebe mais mobiliários

 

Com fim da reforma, o deputado Pedro Lupion está trabalhando para repor o mobiliário necessário para o funcionamento do colégio

 

Após confirmada a previsão de funcionamento do Colégio Sílvio Tavares de Cambará, a partir de 20 de setembro, o deputado estadual Pedro Lupion (DEM), anuncia a aquisição de mais mobiliários para a instituição. “Nesta manhã recebi, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), a notícia que serão entregues, neste segundo semestre, cinco armários, quatro arquivos, cinco mesas refeitório com bancos, uma caixa de água e R$ 8 mil destinados à aquisição de cortinas. O mesmo valor será viabilizado, também, em 2018.

 

De acordo com parlamentar, o colégio já foi contemplado com conjuntos escolares, carteira/cadeira, refrigerador, mesas de informática, fogão industrial, mesas para reunião, cadeiras giratórias, mesas de biblioteca, balança de plataforma de piso, e utensílios de cozinha.

 

Em fevereiro de 2015, o colégio teve boa parte de sua estrutura destruída por um incêndio e, deste então, o deputado vem recorrendo ao governo estadual para agilizar a recuperação do estabelecimento. “Com as reformas concluídas começamos a viabilizar a aquisição de moveis para equipar a escola. Nosso prefeito José Haggi Neto, os vereadores Marcos Roberto de Oliveira (Tetinha), Angelo Raia (Zoinho), Raffaello Frascati e a diretora Maria Angela Cegatti são os meus parceiros desde o primeiro momento. Buscamos a recuperação do Silvio Tavares juntos,” destaca Lupion.

 

O deputado enaltece, ainda, a parceria com o governo do Paraná. “Temos encontrado no governo Beto Richa um grande parceiro dos nossos municípios”, disse.

 

Lupion lembra que a reconstrução do imóvel rendeu inúmeras reuniões junto ao governo estadual e até idas a Brasília para conseguir os recursos necessários à obra. “Foram várias reuniões e intermediações junto ao governo estadual para agilizarmos a recuperação do colégio”, disse.

 

Em julho de 2016, acompanhado da Secretária Estadual de Educação, Ana Seres, Pedro Lupion esteve em Brasília com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para explicar a situação do colégio e reivindicar ajuda para a sua reconstrução.

 

Ano passado, para conclusão da obra, o governador Beto Richa liberou mais de R$ 1.200 milhão, que foram aplicados na recuperação da cobertura do prédio, piso, paredes, parte hidráulica e elétrica.

 

Transtornos – Após o incêndio que destruiu o piso superior do imóvel, a direção do Colégio precisou transferir alunos e até mesmo parte da área administrativa para outros prédios. A prefeitura cedeu um espaço em uma escola municipal, mas de acordo com a direção, embora o socorro tenha sido útil, o outro estabelecimento não era apropriado para receber crianças por causa da quantidade de escadas.

 

O Colégio Silvio Tavares recebe cerca de 1.2 mil alunos em três períodos .

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *